22 de novembro de 2012 •

#ProntoFalei ~ Como (Quase) Namorei Robert Pattinson

Oie Gente!!

Então, hoje eu terminei de ler o livro da autora Carol Sabar, Como (quase) Namorei Robert Pattinson e bem, eu tinha que vir aqui e falar para vocês sobre ele.

Título: Como (quase) namorei Robert Pattinson
Autora: Carol Sabar
Editora: Jangada
Páginas: 464
Sinopse: Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen.

Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente.

O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan e nada mais nada menos do que sósia do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood.

Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!


Se você está no Blog pela primeira vez ou nunca viu um #ProntoFalei antes, e achou que isso era uma resenha, daquelas muito bem escritas, que conseguem passar várias informações do livro sem de fato soltar nenhum spoiler, desculpe, não é o caso.
Eu simplesmente não posso falar desse livro sem entregar tudo, não posso! Preciso discutir, debater, botar pra fora tudo o que esse livro causou em meu mais profundo ser (eita).
Então, considere-se avisado:

ESTA POSTAGEM CONTÉM VÁRIOS, LOUCOS, APAIXONADOS E ODIOSOS SPOILERS.

E se você já leu o livro, por favor, leia, fique, comente, preciso de opiniões de fora, pessoas que concordem (ou não) com as minhas palavras seguintes.
Mas se você ainda não leu e ainda assim você pretende ler o post até o final, bem, te prometo algumas risadas. Eu acho...
Enfim, vamos ao que interessa?

Faz tempo que tinha ouvido falar sobre esse livro, e claro, ele me chamou atenção na mesma hora! Tanto por seu curioso título quanto por sua capa muito fofa, então assim que foi possível, ele entrou pra minha biblioteca.
Dai ta, to lendo né? E vou pensando que detesto essa personagem principal, a Duda. Eita criaturinha hiperativa!!!
Veja bem, eu adoro livros em primeira pessoa, adoro, mas esse foi um desafio pra mim. Juro que às vezes eu falava com o livro: "Cala a boca garota!".
Mas dai você me pergunta: "Como que ela vai calar a boca se ela que está contando a estória?" Bem, eu realmente não sei, só acho que ela poderia falar um pouco menos.
Enfim, sempre que Duda se detestava, eu detestava ela junto.
E já pela página 150 do livro, achei que já sabia tudo o que ia acontecer.
"Só pode ter algo errado com o Miguel, ele deve ser comprometido, ou no mínimo está usando a Duda por causa dos seus pais.
E o Pablo, tão dedicado, tão fofo, aposto que a Duda vai fazer ele sofrer."
Já estava me odiando por ter comprado o livro, afinal, a Duda tinha tudo que eu não gostava:
  1. Ela era metida. (na boa, ela era)
  2. Toda riquinha. (tudo bem ter dinheiro, mas precisa ficar falando de marcas e modelos de carro? Ninguém merece)
  3. Egoísta.
  4. Nunca calava a boca. (eu sei, livro em primeira pessoa, mas mesmo assim)
  5. #ALoka (na minha opinião, a melhor definição pra ela)
  6. Na boa, quais as chances de você encontrar alguém que se pareça totalmente com ele?
Ô.Õ
Sério?

O fato é que pensei em largar o livro, pensei mesmo. Cheguei a pegar outro para ler, mas então Eduarda Maria Carraro faz uma revelação que eu me identifiquei.
Ela odeia loiras e seus melões.
Ok Duda, ponto para você, vou continuar com o livro, mesmo sabendo que não vai me surpreender.
E não é que surpreendeu? 

  • Adivinhei muitas coisas, mas juro que esperava que ela ficasse com  o Pablo no final. Sabe, aquela coisa de "Acabei de descobrir que amo meu melhor amigo".
  • O Miguel era sim comprometido, mas tadinho, caiu na armadilha da Jararaca Americana Usurpadora que, não lembro agora, mas devia ser loira!
(Calma pessoas loiras, não é nada pessoal)
  • Fred Barreto! Eu já esperava que ele tivesse algo a ver com o Vitor Hugo, mas não achei que ele era realmente tão mala quanto a Duda achava.
  • Não esperava o Late Show.
  • Claro que a carona seria com o Robert, mas não achei que ela fosse pro porta-malas. Custava ter colocado ela no banco ao lado do motorista?
  • Banco de Sêmen? Maria do Bairro? Oi?
  • A cena de sexo entre eles, apesar de bem leve e discreta, achei desnecessária. Teria sido bem mais romântico uma noite inteira conversando, deitados no tapete luxuoso da sala.
  • E o Pablo? Jurava que ele iria aparecer no Rio, procurando pela Duda e que eles seriam felizes para sempre ou algo do tipo, mas quando foi Miguel que apareceu naquela praia, o coração da Duda disparou e levou o meu junto.
No final das contas, eu adorei o livro, simplesmente adorei! E Maria Eduarda Carraro poderia facilmente ser uma das minhas melhores amigas!!
Tá, eu ainda acho #ALoka meio hiperativa e um tanto insuportável, mas mesmo assim, gostei demais do livro, até porque sei que sou #ALoka a maior parte do meu dia. rs
Enfim, o livro conseguiu me surpreender, me manteve até o final, e definitivamente, terá uma releitura.
E vocês? Quem já leu o livro? Concorda com a minha opinião? Acham que a Carol Sabar, se ficar sabendo desse post, vai contratar o chinês de dois metros e treze pra me pegar, ou até mesmo mandar o Lion me dar umas raquetadas? Ou a Debra C? Ai meu Deus, vai ser a Debra C não vai? E ela vai apertar o meu pescoço do jeitinho que um dia pensou em apertar o da Duda, e eu não vou ter a chance de ir até Nashville, onde vou encontrar e conhecer a Taylor Swift, e nós vamos descobrir que somos melhores amigas, e compor canções juntas, e fazer shows, aparecer na Ellen Degeneres, onde vamos ser vítimas de uma pegadinha e depois compor um mini dueto engraçado pra ela.
Ah. Ah.
Como eu me detesto

7 comentários:

Thaís Aguiar disse...

Oii tudo bem?
Não li o post inteiro por causa dos Spoilers, por que quero MUITO ler esse livro (há bastante tempo).
É incrível como tantas pessoas gostam dele e a autora é super fofa e atenciosa :)

Beijos

elaselivros.blogpot.com

Thaís Aguiar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thaís Aguiar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lyn B. disse...

Também achei o livro muitoo divertido, e a Duda realmente era uma egoísta sem noção.. Eu fiquei feliz de conhecer as marcas que ela falava, apesar de não ter quase nada! hahahahah Adorei a Lisa e a irmã da Duda, e sim, a jararaca era loira! hahaha

Beijos

Alice Aguiar disse...

gente eu quero muito ler esse livro
ganhei ele semana passada de natal sabe.
espero gostar dele.
adorei sua resenha

Alice Aguiar disse...

gente eu quero muito ler esse livro
ganhei ele semana passada de natal sabe.
espero gostar dele.
adorei sua resenha

J. S. Freitas disse...

Deixei um selo para você lá no meu blog:
http://umsofaalareira.blogspot.com.br/2012/11/selo-um-laco-incentivando-leitura.html

Beijinhos,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...