21 de setembro de 2012 •

Carmela e Lorenzo ~ Rubens Conedera

Oie gente!!

Hoje vamos conhecer um pouco mais do lindo romance Carmela e Lorenzo, do autor Rubens Conedera.


Título: Carmela e Lorenzo
Autor: Rubens Conedera
Revisora: Bianca Machado
Linha Literária: Romance sobrenatural
SINOPSE:
Carmela, nascida na Itália Renascentista, teme ter um destino igual ao das irmãs, casadas com desconhecidos mediante vantajosos acordos financeiros. Sua vida de servidão é interrompida quando um velho pintor de afrescos chamado Marcello, a contrata por um período para acompanha-lo como sua ajudante na pintura de uma capela. Durante o trabalho, Carmela desperta o interesse de um dos aprendizes de Marcello (Giovane), porém, quem chama a atenção da jovem é o estranho Lorenzo, filho de Marcello, que trabalha sozinho todas as noites na capela. O velho Marcello e sua esposa (Ludovica) criam uma atmosfera de mistério e preocupação em torno de Lorenzo. O trabalho solitário do rapaz instiga a curiosidade de Carmela. Inicia-se, uma conturbada história de amor entre tintas, obras de arte e sangue.


Resenha do livro no Blog Guardiã da Meia Noite:

Uma das coisas mais prazerosas na leitura é você ter uma expectativa de um livro, e esse livro ser o oposto do que você esperava, e ainda melhor do que você imaginava, foi isso que aconteceu comigo em relação ao livro Carmela e Lorenzo, do autor nacional Rubens Conedera.
Confesso que tive um problema para escrever a resenha, acho que a palavra certa é “amarelei”, é que o livro é uma viagem romântica a época do renascentismo italiano, o autor que escreveu uma narrativa que originou uma poesia, não sei se os termos estão corretos, mas seria essa descrição que me vêm a mente, e talvez por uma história tão rica em detalhes, que vou dizer o óbvio só lendo o livro para entender o que estou tentando escrever, que talvez me sinta com uma responsabilidade enorme de tentar passar um pouco do que senti na resenha.
O título do livro já nos diz que os personagens principais são Carmela e Lorenzo, ambos são narradores do livro, o livro é dividido em cinco partes, a primeira parte refere-se a Carmela, ou seja, ela que nos narra a estória,  segunda parte é de Lorenzo, e vemos com os olhos de Lorenzo a narrativa do livro, a terceira parte é de ambos os protagonistas, e para definir quem está nos narrando o autor optou por letras com estilos diferentes, a quarta parte são fragmentos do diário de Marcello (pai de Lorenzo) e a quinta parte, volta os protagonistas novamente.
O livro começa por Carmela, e ela é a personagem que praticamente todos os desdobramentos direitos ou indiretos são ligados a ela, a personagem tem em torno de 15 anos e sofre horrores na mão do pai, que só pensa em casar as filhas com homens ricos com grandes dotes, enquanto ela não tem idade para casar, ou melhor, quando não aparece ninguém com um bom dote, ela é responsável com todos os afazeres da casa, até que um dia aparece o artista de afrescos Marcello, que a contrata para trabalhar com ele durante 4 meses na responsabilidade de fazer tinta para as pinturas de Marcello.
Um detalhe interessante no livro é a riqueza dos detalhes, desde a explicação com o estilo de pintura que Marcello realiza, no caso ele é especialista em afrescos (são pinturas que resistem ao tempo) e também os detalhes do que estão sendo pintados, sem deixar a narrativa lenta ou monótona, muito pelo contrário, instiga o leitor ao conhecimento.
Voltando a Carmela, ela vai para Pisa para ajudar Marcello na pintura do teto de uma capela, lá ela é tratada com dignidade, praticamente como uma filha de Marcello e Ludovica, e junto com outros aprendizes vive numa verdadeira família, porém um desses aprendizes, Gioavanne, desenvolve outro tipo de interesse por Carmela, apesar de não ser correspondido e isso futuramente irá se tornar um problema.
Em Pisa acontece o primeiro encontro com Lorenzo, filho de Marcello e Ludovica, inicialmente não há nenhum interesse da parte dela, apenas uma curiosidade em relação a ele, primeiro que vê um artista talentoso que consegue transmitir uma emoção através das suas pinturas e também a rapidez e a habilidade que consegue desenvolver na pintura.
Enquanto a narrativa nos passada através dos olhos de Carmela, ficamos com a impressão de o romance acontecer de um jeito rápido demais, mas nos momento que temos Lorenzo nos narrando como ele se sente em relação a Carmela, vemos que foi natural. Na verdade tanto Carmela quanto Lorenzo, são jovens solitários, mesmo Lorenzo tendo pais presentes e amorosos, ele vive numa solidão em detrimento de outros fatores da sua vida, enquanto Carmela é solitária de afeto, já que não tem mãe e um pai distante e relapso, então há uma grande cumplicidade entre ambos que se transforma em amor.
A atenção que Lorenzo dedica a Carmela, e a companhia que Carmela doa a ele, os tornam cada vez mais próximos, essa profundidade dos sentimentos de ambos, o autor transmite com tanta sensibilidade adicionada aos belos dons de Lorenzo, que se torna impossível não se encantar com o casal.
Mas infelizmente todo um bom romance tem que ter alguns infortúnios, ocorrerá muitos problemas para o casal, um deles que o pai de Carmela arranjou um bom dote para ela, porém o pretendente não é uma boa pessoa, enquanto Lorenzo irá lutar para ficar com Carmela e impedir a união com essa pessoa.
Devido essa desavença, ocorrem terríveis consequências principalmente para Lorenzo, já que ele poderá perder pessoas que ele ama, enquanto Carmela poderá perder uma única chance de ser feliz, além de um segredo que pode abalar a relação de ambos.
Mas no decorrer desses problemas e na quinta parte do livro, que Carmela e Lorenzo estão fugindo, temos uma parte fantástica do livro, particularmente para mim, que tenho uma fascinação por essas imagens nos tetos das capelas, temos o privilégio através da genial narrativa do autor, acompanharmos como se estivéssemos em 1508 na criação dos afrescos da capela Sistina, e temos o prazer de estar na companhia de Michelangelo, tenho certeza que vocês no final do livro irão pesquisar se realmente existiram as pessoas citadas, e se realmente eram verídicas as informações contidas no livro.
Todo esse clima renascentista, essa sensação que realmente você está vivendo naquela época, porém o autor nos surpreende com um aspecto sobrenatural, o que realmente me espantou, porque você não imagina como sutilmente ele conseguiu inserir esse detalhe, e se transformar numa solução surpreendente no final do livro.
Conclusão: Gostaria de ter colocado essa resenha no dia dos namorados, já que o livro no traz sentimentos de lealdade, cumplicidade, esperança, amor e redenção, além da bela estória ser escrita pelo autor de uma maneira tão poética e romântica sem ser piegas, ele transformou uma história que poderia ser algo já debatido em algo completamente original.
O toque sobrenatural foi só um detalhe sutil, o mais interessante foi a viagem conduzida pelo autor na época renascentista italiana, termos o privilégio de encontrar Michelangelo e sentirmos parte da criação da história.
Realmente fico extremamente feliz que o Rubens Conedera, um autor nacional, que tive o privilégio de conhecer pessoalmente no lançamento do livro aqui na minha cidade, percebi que a obra tem a personalidade do autor, já que Rubens é extremamente gentil, simpático e humilde, posso dizer que ele é o Shakespeare Nacional kkkkk, sem querer comparar Carmelo e Lorenzo com Romeu e Julieta (já que sou uma das poucas pessoas que não suportam a obra do casal depressivo kkkk), já Rubens consegue produzir um final comovente, mas não depressivo.
Mas não posso deixar de ressaltar o detalhe do designer do livro, além da belíssima capa, a cada capítulo tem uma gravura de um afresco, além de desenhos de alguns momentos do livro (clique no link da divulgação no inicio do post para conferir), e outro detalhe interessante é o bloco de anotações para resenha para colocar os pontos interessantes durante a leitura, uma pena que não pude usar que li o livro antes de chegar o bloco. E parabenizar a Editora Modo a dedicação que teve com a qualidade do livro.
Obrigada Rubens Conedera por relembrar o prazer da leitura, ou seja, indico para pessoas que gostam de um livro bem escrito e uma narrativa encantadora com personagens inesquecíveis.

Uau. Eu já tinha vontade de ler o livro, imagina agora *.*.
E quem quiser conhecer um pouco mais do livro, confere os links:

Página no Facebook
Página na Editora

E Claro, Carmela e Lorenzo é um dos maravilhosos livros sendo sorteados na promoção aqui no blog, Do Jeito Que a Gente Quer.


7 comentários:

Rafaella disse...

Que vontade de ler Carmela e Lorenzo. Fiquei apaixonada pelos quotes e resenha me deixou a ponto de correr para a livraria e comprar meu exemplar. Muito bem escrita e deixa os leitores com muita vontade de conferir a obra. Parabéns.
Acho que tentarei a sorte na promoção e se não ganhar, compro o livro. Só não posso ficar sem ler *.*

laviestallieurs.blogspot.com.br/

Ana Paula Monteiro disse...

Céus!!!! Esse livro é a minha cara. Eu preciso muito ler essa história. Valeu pela resenha. Muito Boa.

@amaliaprade disse...

Gostei do livro!!
Tks pela dica, Ka!

Carolli Márol disse...

Eu quero MUITO esse livro *.*

Rafa Oliveira disse...

Ah não conhecia, mas amei tudo, um livro que se passa na Itália renascentista é tudo!!!
Rafa
Blog Melody
http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

Santos disse...

É muito romantico o livro, parece uma boa estória com riqueza em detalhes!
Eu já tinha lido a sinopse mas nenhuma resenha! eu gostei

Bianca Lima . disse...

Ual! Este livro parece ser mesmo fantástico. Adoro estórias da época do renascentismo italiano, ainda mais um romance. As imagens são incríveis.
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...