17 de outubro de 2013 •

Vi Por Ai ~ Lançamento Editora Modo - Elixir de Vênus

Oie gente =)


Estou aqui para apresentar para vocês esse lançamento da MODO, o livro Elixir de Vênus, do autor Raul Zambello.

Título: Elixir de Vênus
Autor: Raul Zambello
Editora: MODO
Sinopse: Uma bela jovem desesperada com a compreensão de que sua frigidez é irreversível decide que não vale à pena continuar vivendo sem o prazer supremo. Um genial pesquisador descobre a forma de satisfazer uma das maiores ambições da humanidade: controlar plenamente a libido das mulheres e decide ficar milionário com esse conhecimento, mas para tanto, é preciso morrer. E ele não vacila! Um obstinado investigador tenta desvendar as misteriosas mortes de jovens mulheres e ao receber a inesperada ajuda de uma impetuosa mulher de beleza estonteante, ele se vê dividido entre o clamor que ela desperta em seu coração e suas mais enraigadas convicções. Um simples detalhe será suficiente para provocar uma reviravolta na trama e trazer consequências surpreendentes. Será que as mulheres terão finalmente o acesso a uma vida amorosa plena ou continuarão a sonhar com o mitológico elixir da deusa do amor? Qual o limite de cada pessoa? Quem está realmente imune a uma proposta tentadora? É possível controlar o amor e o desejo? Até que ponto os interesses comerciais superam a ética? Essas e outras intrigantes questões são respondidas no decorrer das páginas deste eletrizante romance de estreia de Raul Zambello... 

Ficaram curiosos não é? Eu sei que sim! E como sou muito boazinha vou deixar vocês darem uma olhada no primeiro capítulo do livro!


Eu sei que vocês também estavam sentindo falta das entrevista com autores nacionais aqui no blog, então falei com o Raul e ele concordou em dar uma entrevista pra gente!! Yay! Dá só uma olhada:

Entrevista

AQC: Quando começou a sua paixão pela escrita?
RZ: Eu posso dizer que foi um caso clássico de “paixão à primeira vista”, na época eu devia ter pouco mais de 10 anos, mas me lembro como se fosse hoje do primeiro livro que pedi emprestado para um primo, Robinson Crusoé de Daniel Defoe, e de como “mergulhei de cabeça” naquela história. Depois disso eu passei a frequentar a biblioteca municipal de minha cidade, pois meus pais não tinham condições de comprar livros e eu mal acabava de ler um livro e já queria começar a ler outro. Já nessa época eu acabava “garimpando” todas as obras que de um determinado autor que me cativava e assim eu acabei lendo tudo que consegui encontrar de Júlio Verne, Jorge Amado, Agatha Christie e muitos outros (se eu for citar todos, a lista vai ficar muito extensa, pois sou um leitor voraz - risos).

AQC: Se você não fosse escritor, o que seria?
RZ: Na verdade para mim o ato de escrever é quase como um hobby, uma consequência natural, pois eu sempre gostei muito de ler e um belo dia me perguntei se eu não seria capaz de escrever um livro, capaz de despertar nos leitores a mesma compulsão que me levava a ler os meus autores favoritos. Lancei-me então o desafio de tentar criar uma trama com essas premissas. 

AQC: De onde vem suas principais inspirações para escrever?
RZ: Atualmente a minha maior inspiração vem dos comentários dos meus leitores, pois se não fosse por eles eu acho que já teria desistido de escrever num país como o nosso.

AQC: Em seu livro, há personagens inspirados em pessoas que fazem parte da sua vida? Se sim, cite algum.
RZ: Todos os meus personagens são “mosaicos” de pessoas que fazer parte da minha vida, pois nenhum deles foi inspirado em uma única pessoa. Tomemos o Nelson como exemplo, eu tenho um filho mestiço, mas ele tinha apenas 8 anos, quando eu comecei a escrever o meu livro, enquanto o personagem estava próximo dos 40 anos e assim por diante.

AQC: Como está sendo a recepção do público com seu livro?
RZ: Eu estou muito contente com os comentários recebidos até aqui das pessoas que já leram o meu livro, é obvio que minha obra não irá agradar a todos os leitores (acho que nenhuma obra literária pode almejar essa unanimidade), mas estou otimista em relação à sua aceitação pelo público apreciador desse tipo de história. Faço esse tipo de afirmação baseado no fato de algumas opiniões serem suficientemente imparciais para me fazer crer que consegui atingir o meu objetivo, que era o de escrever uma história capaz de prender a atenção do leitor do começo ao fim mantendo-o na expectativa do que aconteceria em seguida.

AQC: Está trabalhando em algum outro projeto atualmente?
RZ: Sim posso falar que já tenho um próximo projeto, pois a história já esta pronta, entretanto ainda falta escrevê-la (risos), pois eu quando escrevo vou colocando apenas no papel a descrição das cenas que estão em minha cabeça, pois bem eu já estou fazendo isso sempre que sobra um tempo. E se existir curiosidade para saber um pouco da história, eu posso dizer que Nelson e Carmem, os dois personagens principais de Elixir de Vênus vão encarar um novo e desafiador problema em que a impetuosidade dela acabará por envolvê-los.

AQC: Quais são seus autores favoritos?
RZ: O meu autor predileto é Michael Crichton, mas gosto muito de Tess Gerritsen também. Devo confessar que desde que conheci o trabalho de alguns colegas do Clube de Novos Autores, passei a admirar cada vez mais a literatura brasileira, foi uma surpresa mais agradável que a outra e sem querer desmerecer os demais, uma autora dessa nova geração me encantou foi a Lhaisa Andria.

AQC: O que você diria para o pessoal que está começando agora?
RZ: O principal conselho que eu posso deixar para quem pretende ser escritor em um país como o nosso é que não se deve desistir nunca. Publicar um livro no Brasil exige muita perseverança e criatividade, isso desde que o autor não queira tomar o atalho mais rápido e oneroso da auto publicação, é claro.

AQC: Agora um rápido quiz.

Um filme: True Lies
Um livro: Jurrasic Park
Uma série: Game of Thrones
Uma música: Sobradinho
Uma frase: “A perfeição não é fazer tudo certo, mas haver equilíbrio em tudo o que se faz.”

AQC: Algum recado para o pessoal?
RZ: Queria encerrar este bate-papo informal agradecendo a oportunidade que me foi dada de falar um pouco de mim e da minha obra e parabenizar não apenas este blog, mas todos os que vêm se esforçando para aumentar a visibilidade dos autores brasileiros. Atitudes como esta é que vão ajudar a diminuir o preconceito que existe em nossa sociedade contra os livros genuinamente nacionais, eu não tenho nada contra os livros estrangeiros, pois já li muitos (e vou continuar lendo), mas faço questão de frisar que também leio livros de autores brasileiros e que muitos deles são tão bons como qualquer "Best seller" importado. E como autor nacional eu me orgulho muito de dizer que escrevo no Brasil, utilizando cenários e personagens do nosso cotidiano e com o objetivo de ser lido por um público bem brasileiro!

Bem legal hein =)

E como eu sei que todos vocês ficaram super interessados, vou deixar mais alguns links para vocês conferirem ok?






Espero que tenham gostado
beijos

1 comentários:

Julia Lopes disse...

o livro parece ser bem interessante, gostei da sinospe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...