8 de janeiro de 2014 •

#ProntoFalei ~ Sociedade Cinderela

Oie Pessoal

Bom, já que estou revivendo algumas colunas aqui no blog, nada mais justo que a #ProntoFalei seja uma delas, afinal de contas, é aqui que posso falar o que bem quero de qualquer livro/música/série/vizinho/XoudaXuxa que eu bem entender, não é? rsrs

Então, para a volta do #ProntoFalei escolhi falar sobre o livro Sociedade Cinderela, o qual eu me apaixonei assim que vi a capa *.*
Estava querendo ele há meses, até que a fofa da Lilian Farias do Blog Poesia na Alma, em um amigo secreto entre Blogueiras! (muito, muito, muito obrigada!!)

Bom, então, vamos ao #ProntoFalei?
E caso alguém aí ainda não tenha visto nenhum post dessa coluna, é meu dever informar que a partir desse ponto, terão muitos spoilers, acalorados e explícitos spoilers, então se você ainda não leu Sociedade Cinderela, acho melhor não continuar, e se ainda sim quiser ler tudo, estará por sua conta e risco! rs

A PARTIR DESSE PONTO TERÃO MUITOS SPOILERS, CONTINUE POR SUA CONTA E RISCO


Titulo: A Sociedade Cinderela
Titulo original: The Cinderella Society - Livro 01
Autora: Kay Cassidy
Páginas: 306
Editora: Galera Record
Sinopse: Aos 16 dezesseis anos, Jess Parker se acostumou a ser invisível. Depois de mudar de escola várias vezes por conta do trabalho do pai, ela se conformou com o status de eterna garota nova.
Mas agora Jess tem a chance de uma vida: um convite para participar da Sociedade Cinderela, um clube secreto das garotas mais populares da escola, onde makeovers fazem parte do pacote. Mas há mais em ser uma Cindy que apenas reinventar o visual. E Jess está prestes a descobrir.







Então tá, tenho que confessar que esperava algo completamente diferente, mas muito, muito diferente mesmo.
A gente vê essa capa super delicada, vê a sinopse sobre uma sociedade de garotas populares, e certamente não espera o que encontra ali.
Eu fui pega tão de surpresa que o resultado é uma série de sentimentos conflitantes sobre o livro!

É o seguinte, vou contar para vocês. A garota que, apesar de ser uma líder de torcida, não é nada popular, é sempre perseguida por uma outra garota super popular.

Dai ela recebe um convite misterioso que deixaria qualquer um curioso, a respeito de uma reunião que ela deveria comparecer e usar o broche que ela ganhou junto com o convite, um sapatinho de cristal.

Apesar de achar que pode ser tudo uma enrolação, a curiosidade fala mais alto e a Jess, (nossa protagonista) vai ao encontro.

No final das contas, era tudo parte de uma iniciação em uma irmandade secreta só de garotas hiper ultra mega populares, e apesar de achar que elas cometeram um grande erro ao convidá-la, ela continua e faz parte de tudo.

Nessa altura do livro, o que eu esperava era o seguinte: beleza então, agora ela vai ganhar um extreme makeover, aprender a se maquiar, a se vestir, a andar como uma modelo, se tornar super popular e arrasar com a garota que a perseguia. Tudo certo, gosto desse tipo de clichê.

Mas não era bem isso que me aguardava. Quer dizer, era, mas com muito mais também.  Então a Sociedade Cinderela não era apenas uma irmandade de garotas populares que se protegiam e ajudavam "as mais fracas", era também uma enorme sociedade, com empresas e pessoas em todo o mundo. Uma irmandade em escala global que além de transformarem pequenas "perdedoras" em garotas populares, também lutava contra as Malvadas, garotas populares do mal que fazem de tudo para saciar a sua sede de poder. (what???)

E claro, a Lexy, a garota que perseguia a Jess, era uma Malvada daquelas.

Tem também os Encantados, garotos populares e gentis que sempre ajudam os outros, e obviamente o grande amor de Jess é um Encantado, o Ryan. 

Mas os Encantados não poderiam ficar sozinhos não é? Então existem também os Vilões, geralmente namorados das Malvadas, garotos populares e maldosos que humilham os outros.

Entre as Cinderelas e Malvadas, Encantados e Vilões, existe uma guerra, e como alvo, os Joviais, alunos comuns que não fazem parte de nenhuma das irmandades, mas que as Malvadas adoram humilhar e as Cindys adoram salvar.

Gente.... Tipo, gente!! O que é isso??? Juro que quando começou a aparecer tudo isso eu quase larguei o livro. 
Parecia mais um daqueles seriados absurdos que nunca saem dos primeiros episódios porque, bem, são absurdos. Coisa tão pastelão, sei lá...

Sem falar da personalidade de Jess que se "moldava" de acordo com a cena do livro. Tipo, ela nunca mencionava muito sobre si mesma e de repente ela era completamente fã de algo, ou completamente curiosa, ou tímida. Sei lá, pode até ser que eu tenha imaginado isso devido ao meu desgosto com a recente e inesperada trama, mas essa foi a impressão que me passou.

Eu quase larguei o livro, mas ainda bem que não o fiz. Porque apesar dessa loucura, (não encontro melhor palavra para descrever), o livro é até legal, e me prendeu em suas páginas. O Ryan é realmente um príncipe encantado, a Sarah Jane, a "irmã" mais velha de Jess, é uma super amiga, as garotas da irmandade são bem legais e a Lexy, apesar de ser uma Malvada, acredito que ela ainda vá surpreender.

Enfim, como eu falei, sentimentos conflitantes. Amei e odiei ao mesmo tempo, mas ainda assim o recomendaria. rsrs

E vocês, o que acharam do livro?

Beijos

1 comentários:

Tatiana Inda disse...

Eu não gostei do livro, demorei muito para prosseguir com a leitura, que foi feita revezando com a de outros livros. Foi muito complicado conseguir resenhá-lo. Gosto de resenhar livros que curto, quando não curto é muito difícil. Beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...